Santiago – Chile

Eu sempre quis conhecer Santiago. Desde quando estava casando pensava em ir para lá de Lua de Mel. Já havia pesquisado a respeito, e até fiz um post aqui falando sobre os principais pontos turísticos da cidade e o que esperar da viagem.

Como me casei em Janeiro, preferi adiar minha viagem para conhecer o Chile. O motivo é bem pessoal: queria muito conhecer a neve, e em janeiro seria verão, ou seja, sem neve. Fomos pra Buenos Aires e não nos arrependemos. Foi a viagem da vida, super romântica, com restaurantes MARAVILHOSOS. Mas, este ano, finalmente pude ir conhecer Santiago. E como sei que a cidade é destino de Lua de Mel de muitos recém casados, decidi contar um pouco mais sobre a viagem.

Primeiro, sobre documentos. O Chile fica na América do Sul, e como os demais países, não precisa de passaporte. Você consegue entrar no país com RG (precisa ter menos de 10 anos de expedição, quanto mais recente menor a chance de terem algum problema). Para quem vai ter que atualizar ou fazer novo RG melhor se programar, o RG pode ficar pronto em uma semana, mas caso tenha alguma pendência no sistema pode demorar até 3 meses!

A viagem partindo de São Paulo a Santiago tem duração média de quatro horas. Lembrando que ao chegar você deve atrasar o relógio em 1 hora.Durante o voo é preciso preencher o documento de imigração que será entregue no aeroporto antes de “entrar” no país.

13506998_1119026448170339_8326021991319317778_n

A moeda do Chile é o peso Chileno. Não vale a pena levar dólares. Leve reais e faça a primeira troca de câmbio no aeroporto.Lá pegamos uma cotação de R$1,00 – $172. Não é tão boa, então troquem somente o que precisam para pagar o taxi/transfer até o hotel e mais um extra para aguardarem o horário comercial para fazer a conversão nas casas de câmbio no centro (são várias uma ao lado da outra na Av. Apoquindo no Centro).

P_20160622_114522

Sobre o transfer/taxi, não se assustem com o preço. É realmente muito alto. Fugimos dos transfers das empresas (como a Turistik, famosa por lá) e dos táxis. Optamos por um transporte compartilhado, e pagamos cerca de R$60,00 para duas pessoas, do aeroporto ao centro. Os outros estavam ficando em média R$150,00. Essa empresa de transporte compartilhado fica no próprio aeroporto, na saída. O ruim é que para quem está super cansado, demora um pouquinho mais para chegar até o hotel. Para os mais entusiasmados (como eu), é mais uma oportunidade de ir conhecendo tudo no caminho, se situando.

Para quem chega durante o dia, e quer economizar, é possível utilizar as empresas de ônibus: Tur-Bus (ônibus verde) e a Centropuerto (ônibus azul). Ambos saem do primeiro andar do aeroporto,em frente à saída 5, e fazem suas paradas nas entradas de algumas estações do metrô de Santiago (Pajaritos, Las Rejas e Universidad de Santiago). O serviço é prestado de 5 hs até 0 hs, a cada 20 minutos.

Santiago tem Uber, transporte que utilizamos na volta até o aeroporto e durante toda nossa estadia em Santiago. Valeu super a pena pela comodidade, conforto e rapidez. Como na volta nosso voo saia as 5 da manhã, saímos super cedo do apartamento e ficamos mais seguros em pedir o Uber. Pagamos cerca de R$140,00.

Optamos mais uma vez em nos hospedar pelo Airbnb, e foi sucesso, como sempre. Ficamos em um apartamento no centro, há 2 quarteirões do metro Santa Lúcia. Nossa “anfitriã”se chamava Camila, e foi uma graça, super solicita todo o tempo por whatsapp, chegamos em Santiago super tarde (23 horas) e a funcionária dela estava lá nos esperando para explicar todo funcionamento do apartamento.

Considero informações sobre hospedagem super válidas, por isso tento sempre trazer o feedback aqui, sejam apartamentos ou hotéis. Além de bem localizado, o apartamento é super bem equipado e preparado para receber um casal, tem utensílios de cozinha básicos e funcionais, mesa com duas cadeiras para as refeições, pequenos armários (mas que cabem absolutamente tudo que estava dentro da mala e deixa tudo bem organizadinho). O chuveiro é maravilhoso, quente e forte. E a vista é linda, é possível ver as cordilheiras. O bairro é centro, então como centro de toda grande cidade não é o bairro mais bonito para se hospedar. Em contrapartida é funcional para quem vai pela primeira vez:é próximo aos principais pontos turísticos, tem farmácias e supermercados por perto e geralmente costuma ser mais barato que os bairros mais turísticos. Para quem estiver interessado, esse é o link do apartamento no Airbnb. E para quem ainda não se cadastrou, aqui também tem o link para ganhar desconto na sua primeira viagem.

P_20160622_095912_BF_p

Se também vai no frio, algumas dicas sobre o que levar na mala:

  • Se puderem levem uma mala só para o casal. A dinâmica é muito mais tranquila no aeroporto e o risco de exceder o limite de bagagem é menor;
  • Para vôos internacionais o limite de bagagem geralmente é de 32 kg por pessoa, já para vôos nacionais, 23kg. Se você comprou passagens sem troca de companhia aérea, isso não será um problema. Caso compre trechos de empresas diferentes (como nós fizemos) tem que tomar cuidado com a bagagem, especialmente na volta.
  • É permitido que cada passageiro viaje com uma bagagem de mão. Então é legal que cada um leve uma mochila para eventuais contratempos: uma troca de roupa é essencial nesses casos (já pensou se a mala extravia?). Mas não leve as mochilas muito cheias. Elas serão importante para trazer na volta os suvenirs e presentes, especialmente vinhos.
  • Roupa de frio ocupa muito espaço, portanto não abuse. Leve um casaco com você (pois pode fazer realmente muito frio no avião);e leve outro na mala. Quanto ao dia-a-dia, altere nos acessórios (toucas, cachecóis, blusas, pashiminas). Eles ocupam menos espaço e mudam completamente o visual.
  • Leve calça térmica para usar por baixo da calça jeans. Faz realmente muito frio, então não dá para ser somente uma meia calça. Se não conseguir encontrar ou não tenha ninguém para emprestar não se apavore. Leve meias quentes e meia calça para usar debaixo da calça no primeiro dia. Nas calçadas de Santiago e lojas de departamento você irá encontrar as calças térmicas bem baratinhas. (Aqui em Uberlândia conseguimos encontrar apenas para o meu marido na Centauro do Center Shopping no setor de trilhas/acampamento).
  • Leve segunda pele de meia para usar por baixo das blusas, elas também esquentam bastante.
  • Botas também são bem úteis. Caso queira levar alguma de cano longo, viaje com ela. Será mais tranquilo que guardá-la na mala. Leve um tênis, você irá andar bastante para conhecer a cidade.
  • Leve camisetas mais leves. Apesar do frio de até -5°C pegamos dias mais quentes também, em que passei muito calor mesmo só com uma blusa de manga e o casaco.
  • A tomada de lá é de 3 pinos, mas é diferente da nossa tomada de três pinos daqui. As nossas tomadas de dois pinos servem perfeitamente lá. A voltagem é de 220V.

tomada-tipo-l-1383851080635_300x300

  • Faça uma lista dos eletrônicos que gostaria de levar, para não deixar nada para última hora e especialmente para não esquecer. Por exemplo: máquina fotográfica, cartão SD (sempre melhor levar mais de um para caso tenha algum problema), carregador e porta máquina. Separe. Vá fazendo a mala aos poucos. Se gosta de TV e até para momentos de relax, muitos hotéis e apartamentos não tem tv a cabo. Muitas TVs também não são smart, então sentimos falta do chromecast, que nos permitiria assistir filmes, séries, na TV. Se também é o caso de vocês vale a pena levar.

 

Deixe seu comentário!!! Será um prazer receber seu feedback de nossos posts! O BLOG NÃO SE RESPONSABILIZA POR COMENTÁRIOS DEIXADOS NOS POSTS E O CONTEÚDO DESTES É TOTAL RESPONSABILIDADE DO AUTOR DOS MESMOS!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: