Bom senso no casamento – Para noivos e convidados

Nos últimos dias vimos algumas gafes terríveis e muita falta de educação por parte de noivos (lembram da noiva que reclamou no facebook dos R$500,00 que recebeu dos padrinhos?), mas a verdade é que as piores situações partem do convidado para os noivos. E que noiva nunca passou pelo constrangedor “vocês vão me convidar?”, “posso levar minha avó que vai estar na cidade?”, “meu convite veio faltando convitinhos para festa”, “meu namorado não poderá ir, posso levar uma amiga com o convite dele?” ou até situações piores, como chegar na sua festa e dar de cara com um completo desconhecido, que para completar te abraça como um amigo íntimo e te constrange? É difícil né gente? Por isso reuni algumas ‘dicas’ de etiqueta. Claro que não são verdades universais, mas olhei em alguns livros de etiqueta, no livro da expert em casamentos Vera Simão, em blogs que falam sobre ‘como receber’ e no curso de etiqueta que fiz há meses atrás (e que estou devendo as ‘diquinhas’ para vocês).

Então vamos lá, começando do começo:

OS CONVITES

581369_460946540605998_1314434233_n MEU

– O nome da noiva vem antes do nome do noivo. Será Nara e Luiz Fernando, e não Luiz Fernando e Nara.

– É de escolha dos NOIVOS que o convite seja no perfil tradicional, com o nome dos pais anteriores ao nome dos noivos e dizendo que ‘eles convidam para o casamento de seus filhos’. Dizem, segundo a etiqueta, que os primeiros nomes no convite são de quem está arcando financeiramente com a festa. Mas a verdade é que tem que ser como os noivos acham mais ‘estético’ e não como os pais, a gráfica, ou qualquer outra pessoa queira.

– Caso tenham convidados apenas para a cerimônia religiosa, e outros para a festa, no convite principal deve constar somente data, horário e endereço do local da cerimônia religiosa. Para os que serão convidados para a festa duas opções: fazer dois tipos de convite ou anexar do lado esquerdo superior com um clipes um cartão escrito horário, endereço e nome do local onde os noivos receberão os cumprimentos.

– No convite ‘principal’ deve vir APENAS os dados imprescindíveis: nome dos pais (caso queiram), dos noivos, data, horário, nome e endereço do local da cerimônia e endereço dos pais dos noivos e dos noivos caso queiram. O endereço eletrônico (site dos noivo) também é permitido. Outras informações devem ser ‘anexadas’, como mapa do local (quando for difícil de chegar), convites individuais para a festa, telefone e email de R.S.V.P., etc. Todos do lado esquerdo do convite com clipes, nunca grampeados (acreditem, tem quem grampeie!). Pode ser colocado também em um mini envelope, que siga o padrão do envelope principal.

– Segundo as regras de etiqueta anexos com “A lista de presentes dos noivos está em tal lugar” é de extremo mal gosto, e mais ainda o “como já temos a casa montada, solicitamos, caso queiram, que depositem na conta tal agência tal”. Todos esses dados são secundários e não devem vir anexados ao convite. Para isso deverá ser feito um site, blog, para que nele as pessoas pesquisem sobre não só os presentes, mas também hotéis, salões, restaurantes, e facilidades da cidade onde será a cerimônia. Para os que não querem ter esse trabalho, essas informações podem ser deixadas com a cerimonial (e um cartãozinho deixado no convite com “Dúvidas entrar em contato pelo telefone (xx) xxxx-xxxx”) e também com os pais. Com certeza todos os convidados são próximos de alguém (dos noivos ou de seus pais) e eles perguntarão essas informações para quem tiverem mais contato.

– No endereçamento dos convites:

Casais de namorados: o nome da mulher precede o nome do homem.

Caso casados, são aceitos: Sr. José e Esposa, Sr. José e Sra. Maria, Sr e Sra. Silva e ainda José e Maria, Aos queridos José e Maria, e todas as possibilidades dependendo, claro, do nível de intimidade com os convidados. Caso vá chamar também os filhos, pode colocar Sr. José e Família, caso a família inclua outras pessoas que você não queira chamar, seja claro no convite: Sr. José, Esposa e filhos. Assim evitamos (pelo menos tentamos) o constrangimento do convidado ligar pra falar que não vieram os convitinhos do sogro, da sogra e afins. Caso o casal tenha filhos e você não queira convidá-los seja clara também: Sr. José e esposa.

– Os convites devem ser entregues entre 1 mês e 3 semanas antes do casamento. Caso algum fique para muito perto, ligue para a pessoa, tente encontrá-la o quanto antes. Convites entregues com menos de 2 semanas para o evento dão a sensação de que o convidado está sendo chamado de última hora.

AO RECEBER UM CONVITE DE CASAMENTO:

RSVP2

-RSVP é uma sigla francesa para “Répondez S’il Vous Plaît”, ou, em português “Responda por favor”. Um convite que solicite RSVP, é obrigatório que você o faça, confirmando se vai ao casamento e quantas pessoas irão (das que foram convidadas, por favor) no convite que recebeu.

– Se for ao evento confirme diretamente com quem está lhe entregando ou ligue no número que está indicado no convite. Não é só educado, é também necessário. Chegar à um casamento ao qual você não confirmou presença pode deixar os noivos em maus lençóis, já que eles podem ter colocado outros convidados no seu lugar.

– Se não for também faça sua confirmação de ‘não presença’. Uma das coisas mais difíceis do casamento é a lista de convidados. Muitos noivos fazem a lista oficial e deixam alguns convidados em uma lista para serem chamados caso outros digam que não vão. Você tem o direito de não comparecer e os noivos de saberem disso.

-Nunca, jamais, ligue aos noivos para perguntar se não convidou fulano, que não tem convite individual para alguém, se pode levar outra pessoa (que não foi convidada) no lugar de uma que foi e que não irá. À menos que os noivos te perguntem (as vezes os convites individuais podem ir faltando mesmo, ou então aquele amigo que não estava namorando quando você mandou a lista para a gráfica, mas agora está) é melhor não ir à fazer esse tipo de pergunta. Se somente você foi convidado, os noivos não tem nenhuma obrigação de te dar um convite a mais para que você não vá ‘sozinho’. As pessoas precisam aprender que casamento é uma festa particular, difícil de ser organizada, difícil de fechar lista de convidados, então sinta-se feliz por ter sido incluído.

QUANTO AO PRESENTE:

Presente-de-casamento-2

– Devemos começar lembrando que presente não é OBRIGAÇÃO, mas um carinho dos convidados com os noivos. Então nada de ficar com aquele ‘fulano foi no casamento e não “valeu” nem o convite’. Vocês decidem fazer a festa, vocês arcam com os custos, e os presentes não são um reembolso ao gasto feito.

– Fazer lista de presentes é uma necessidade, um facilidade e uma ajuda aos convidados. Não é de maneira nenhuma deselegante fazê-la e nem indicá-la, desde que os convidados perguntem. Por isso fica ‘invasivo’ mandar o cartãozinho da lista no convite, a impressão que passa é de ‘venha e traga presente’.

– Se você é convidado é educado e também esperado que você dê um presente. Se for uma família, um presente para todos, se forem filhos casados não vale entrar no ‘pacote’ do presente dos pais. Cada ‘família’ envia um presente em seu nome. Não existe (por mais que digam que sim) preço mínimo para um presente de casamento. O preço é do que você pode pagar.

-Se vocês são os noivos tenham o bom senso de fazer uma lista de presentes que inclua vários preços. Não fique com vergonha de colocar presentes muito caros, muitas vezes juntam várias pessoas e esses presentes são bem vindos. Também tenha o cuidado de colocar presentes de R$50,00 e R$100,00. Esse aliás é o valor da média dos presentes, R$100,00 a R$150,00. Escolha coisas que vocês realmente querem e precisam, senão vão ganhar um monte de quinquilharias picadas (vou fazer um post falando só de dicas de lista de casamento, já que penei muuuito para fazer a minha, e ainda fiz errado!).

– Os presentes devem ser enviados à casa dos noivos ou pais dos noivos antes do casamento. Caso comprem em listas online, os noivos escolherão o momento que gostariam de recebê-los.

– Você, convidado, não fique chateado caso os noivos troquem os presentes. Muitos presentes são repetidos e muitas coisas os noivos não ganham. Trocar os presentes é uma oportunidade de tirar o máximo de coisas úteis e necessárias para a nova casa. Então nada de visitar os noivos no pós casamento e perguntar: “cade o abajur retrô de flor que dei para vocês?”

Tá bom por hoje gente?

Mas ainda teremos algumas dicas por vir, então continuem acompanhando, ok?

Comments
One Response to “Bom senso no casamento – Para noivos e convidados”
  1. Leticia Becker disse:

    Leio o blog já faz um tempo (desde o dia que marquei a minha data). Adorei esse poste, ainda não cheguei nesta fase mas ja posso imaginar como será. Peguei varias dicas e quero sempre acompanhar. Me caso em outubro de 2015.

Deixe seu comentário!!! Será um prazer receber seu feedback de nossos posts! O BLOG NÃO SE RESPONSABILIZA POR COMENTÁRIOS DEIXADOS NOS POSTS E O CONTEÚDO DESTES É TOTAL RESPONSABILIDADE DO AUTOR DOS MESMOS!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: